quarta-feira, 5 de março de 2014

baby quilt





Costurar para um bebê que está a caminho sempre é muito gratificante, minha prima está prestes a dar à luz a uma menina, ela vive no campo cercada de verde e paz, mas também de muito frio no inverno, por isso decidi fazer um quilt bem grosso. Que minha avó chamava de acolchoado, lembro-me de quando eramos crianças todos os netos queriam dormir com os acolchoados que ela fazia, além de serem bem quentinhos tinha o toque mágico das mãos que só uma avó sabe ter...



    


segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Massa artesanal








de pai para filha...

saúde...

O Italianinho mais lindo...







Fim de semana em família no campo, todos reunidos e tudo é motivo para cozinhar, dessa vez o pedido foi meu. Pedi ao meu pai para  me ensinar a fazer macarrão. Filho de italianos cresceu vendo sua mãe, fazendo pratos assim, muitas vezes por ter só um punhado de farinha e alguns ovos...Hoje tudo tem gosto de aventura e saudade, mas meu pai teve momentos difíceis na infância. Hoje meus avós já se foram de deles ficou apenas a cidadania italiana, que todos nós por direito temos. Então para levar essa receita adiante, ele me ensinou...Foi como mergulhar no tempo, em histórias daqui, da itália...Agradeço pela oportunidade proporcionar isso ao meu filho Giovanni. Devo dizer estava uma maravilha...

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Re-descobrindo.



















  




    Sinto meus sentidos sendo despertados para algo novo.
O olhar, mais aguçado procura nuances sobre o mesmo verde, entre  luzes e sombras.
As mãos tateiam lápis de grafite e de cor para expressar assuntos há tempos guardados no coração.
Colho folhas e flores por onde passo, examinando-as minuciosamente e fazendo delas minhas companheiras.
Estudo um herbário, aprendo novas receitas.
Afago um cãozinho que fica na soleira da porta ávido por carinho.
Compreendo o que é tempo, busco a Deus e a mim mesma.
Celebro a existência de todos nós.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Plantar, cozinhar e amar...

A pitanga que nasceu esses dias...







  Minhas plantas trazem-me alegria inenarrável, desde de o momento que as trago para casa, até o quando florescem, encho o coração de esperança e fé em tudo aquilo que acredito. No poder divino, no trabalho e na paciência, são para mim verdadeiros tesouros. Sim, as amo e quando perco alguma delas sinto-me triste. Aprecio sua beleza, percebo suas mudança no decorrer do ano...E isso basta.



 A cozinha para mim é meu local sagrado, com minhas panelas faço poções do amor, da alegria, do aconchego. Aqui a mágica acontece, a vida é doce e calma, os problemas são esquecidos e felicidade reina...

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Do que realmente gosto...




Gosto da chuva, talvez goste mais ainda da garoa fina, fria e constante.
daquelas que nos deixa em casa.
Ao som do fogo crepitando na lareira.
Onde me aconchego na macia manta de retalhos, costurada na antiga máquina de minha mãe.
Aprecio esses dias que o cheiro de pão se espalha pela casa.
O caldeirão borbulha um caldo grosso e nutritivo,
Acompanhado por uma grande taça de vinho tinto.
Conversas com amigos, familiares...




Da mesma maneira admiro os dias claros.
de portas e janelas abertas,
de travesseiros,mantas e cobertores ao sol.

Ah! que aroma mágico isso possui.
Aprecio as roupas secando no varal.
De colher e plantar.
Das longas noites na varanda e no gramado,
Apreciando estrelas e luar.



terça-feira, 3 de setembro de 2013

na minha laje tenho um jardim...





  
Está na hora de plantar, esses dias deu uma boa adubada nos vasos com adubo orgânico, fezes de galinha e serragem, comprados em lojas próprias, alguns nem esperam pela primavera, já deram o ar da graça, para felicidade da mamãe aqui...
e por falar em em mamãe, tanto que disse que queria mais um filhinho olha só, quem apareceu...

Uma bebezinha de 4 meses, que filho achou na rua, agora tá morando com a gente...


domingo, 25 de agosto de 2013

A minha nova maneira de limpar a casa!






                                 Tudo começou quando estava no sítio e tinha acabado o detergente de lavar louças e fiquei meio sem ação, meu pai disse: Tem aquele sabão caseiro que faz com o resto do óleo. Pensei e achei melhor do ir na cidade só para comprar detergente, usei e gostei... Na volta para casa meu pai me deu um tantão dele e comecei a lavar a roupa branca, principalmente as camisetas da escola do filho, fiquei boba e feliz, achei melhor que aquele pózinho rosa, sabe? Cheguei na escola de volta ao trabalho e comentei com uma senhora, muito feliz ela falou que existe um líquido e me trouxe um pouco, meninas um cheiro maravilhoso, daí,  as ideias começam a se movimentar e procurei algo no santo google e vi a famosa receita da vinagre e bicarbonato, com limão, com óleo essencial e etc.
                             Eu fiz o teste de lavar o banheiro com essa mistura de 2 litros de água, 2 colhereres de vinagre e duas colheres de bicarbonato, adorei o resultado, elimina o cheirinho ruim, a louça (pia e vaso sanitario) ficam brillhando...A solução da foto é de vinagre com as cascas de mexirica, para desengordurar a cozinha,,,Adeus cheiro forte, espirros e rios de dinheiro com promessas de limpeza fácil...Conforme eu for testando eu vou colocando aqui para vocês.

      Beijos agora vou ali, assar um pão...


terça-feira, 20 de agosto de 2013

A poesia que mais amo na vida...é dela...Cora Coralina.

 
 
 
 
Vive dentro de mim
a mulher do povo.
Bem proletária.
Bem linguaruda,
desabusada, sem preconceitos,
de casca-grossa,
de chinelinha,
e filharada.

Vive dentro de mim
a mulher roceira.
- Enxerto de terra,
meio casmurra.
Trabalhadeira.
Madrugadeira.
Analfabeta.
De pé no chão.
Bem parideira.
Bem criadeira.
Seus doze filhos,
Seus vinte netos.

sábado, 17 de agosto de 2013

doces sonhos...



                       olá!!! hoje estou muito feliz, terminei aquele projetinho que há tempos namorava, muitas amigas disse que seria uma manta de bebê, não...Não era...Bem que gostaria que algum bebê por aqui nascesse, mas isso é assunto para outra hora.
                      Na verdade o que costurei foi um porta- travesseiro ou fronha mesmo, rs.
                      Fiquei tão, mas tão feliz com o resultado que corri aqui para mostrar para vocês. Bom eu vi esse travesseiro na nanacompany, ela disponibilizou o molde do bordado bem aqui. E dá umas dicas de como faze-los, existem alguns moldes para comprar, mas...rsrs vou usando os gratuitos...rs.
                    Enfim aí está a belezinha, se alguém tiver alguma dúvida é só perguntar (Affff! tá se achando).
                    Bom, as fotos serão muitas estou apaixonada...











quinta-feira, 15 de agosto de 2013

quiltando em 3, 2, 1...





     

        É uma peça pequena, mas nem por isso, menos difícil de fazer...



     E nos intervalos...







   um pãozinho, super rápido e fácil e bem gostoso de fazer...


   chama-se pão de minuto...


            3 xícaras de farinhas de trigo
            1 colher de manteiga
            1 colher de pó royal
            3 ovos
            3 colheres de açúcar
            1/2 de copo de leite.

Amasse tudo em um recipiente, modele os pãozinhos e espalhe em uma forma untada.
Pincele com uma gema.
Forno médio pré aquecido.
 Eu coloquei menos açúcar e acrescentei uma colher de sal, para não ficar doce.

     Olha é uma delicia, sabe quando o frio tá grande e não dá vontade de ir há padaria comprar pão para a sopinha, poi é é perfeito enquanto a sopa cozinha dá tempo do pãozinho assar...delicioso.

     Ah! muito obrigada pela força, vocês são demais.