quinta-feira, 10 de julho de 2014

São thomé das Letras/Vest Mandala







                      Olá, saudações à todos! Nessas férias (curtas demais, na minha opinião) retornei a São thomé das Letras. Conhecida cidade no Sul de Minas Gerais, conhecida pela grande energia mítica que a envolve.
                         Para mim a montanha se revela da maneira que cada se mostra á ela, inexplicável sensação que nos toma, é o tipo de lugar que "tem que ver para crer", assim como o Santo apostolo São thomé. Visitei pela terceira vez a montanha, e deixei parte do meu coração e da minha alma...
                       Ficamos acampados, dormimos no chão da bela montanha e tomamos sua água pura, energética, abençoada...
                       Bom, nessa vibe fiz essa vest mandala para usá-la no vento frio que sopra por lá, seja verão ou inverno o vento faz parte do lugar, amei me envolvi e quando a gente faz as coisas com o coração e a alma ela dá frutos e tem algumas pessoas encomendando. Então se você também quiser uma, será uma satisfação enorme para mim...Sempre inspirada pelo ar da montanha mágica.
                         Me manda um email: georgiandrich@hotmail.com
                         Ou no facebook Geórgia Moriconi
                        Ou na fanpage  Amor em casa
                        

domingo, 22 de junho de 2014

O inverno chega á Serra da Mantiqueira











             Caminhar de manhã pelo campo é realmente um presente. Ter a oportunidade de andar a cavalo, ter nóz pecã aos monte no pé da arvore e ao final sentar em uma cadeira com um café fresco e forte, um doce de antigamente e ficar muito feliz com tudo isso.

domingo, 15 de junho de 2014

Um aniversário e um xale nordico










        Então meu pequeno rapaz completou dez anos, a alegria e satisfação de ver um filho crescer realmente só quem já pariu sabe como é maravilhoso. Filho escolheu passar seu aniversário na casa dos avós, com a simplicidade de um bolo de fubá e um fogo aceso. Por aqui o frio se faz presente e já esta garantida a lenha para a lareira e o fogão. Por esses dias encontrei uma receita desse xale que me deixou muito satisfeita tecê-lo logo virá um segundo.

domingo, 4 de maio de 2014

De pratelerias a paneleiros




As prateleiras que marido faz já são bem famosas aqui no blog e algumas já moram em outros lares felizes que podem ser visto aqui, na casa da talentosa Ana Sinhana e também na casa da Saron  bem aqui mas a novidade agora é o paneleiro, que há tempos estávamos planejando fazer para a área onde fica o fogão a lenha e a churrasqueira. Esse foi o presente do Dia das Mães para a minha genitora.

quarta-feira, 5 de março de 2014

baby quilt





Costurar para um bebê que está a caminho sempre é muito gratificante, minha prima está prestes a dar à luz a uma menina, ela vive no campo cercada de verde e paz, mas também de muito frio no inverno, por isso decidi fazer um quilt bem grosso. Que minha avó chamava de acolchoado, lembro-me de quando eramos crianças todos os netos queriam dormir com os acolchoados que ela fazia, além de serem bem quentinhos tinha o toque mágico das mãos que só uma avó sabe ter...



    


segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Massa artesanal








de pai para filha...

saúde...

O Italianinho mais lindo...







Fim de semana em família no campo, todos reunidos e tudo é motivo para cozinhar, dessa vez o pedido foi meu. Pedi ao meu pai para  me ensinar a fazer macarrão. Filho de italianos cresceu vendo sua mãe, fazendo pratos assim, muitas vezes por ter só um punhado de farinha e alguns ovos...Hoje tudo tem gosto de aventura e saudade, mas meu pai teve momentos difíceis na infância. Hoje meus avós já se foram de deles ficou apenas a cidadania italiana, que todos nós por direito temos. Então para levar essa receita adiante, ele me ensinou...Foi como mergulhar no tempo, em histórias daqui, da itália...Agradeço pela oportunidade proporcionar isso ao meu filho Giovanni. Devo dizer estava uma maravilha...

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Re-descobrindo.



















  




    Sinto meus sentidos sendo despertados para algo novo.
O olhar, mais aguçado procura nuances sobre o mesmo verde, entre  luzes e sombras.
As mãos tateiam lápis de grafite e de cor para expressar assuntos há tempos guardados no coração.
Colho folhas e flores por onde passo, examinando-as minuciosamente e fazendo delas minhas companheiras.
Estudo um herbário, aprendo novas receitas.
Afago um cãozinho que fica na soleira da porta ávido por carinho.
Compreendo o que é tempo, busco a Deus e a mim mesma.
Celebro a existência de todos nós.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Plantar, cozinhar e amar...

A pitanga que nasceu esses dias...







  Minhas plantas trazem-me alegria inenarrável, desde de o momento que as trago para casa, até o quando florescem, encho o coração de esperança e fé em tudo aquilo que acredito. No poder divino, no trabalho e na paciência, são para mim verdadeiros tesouros. Sim, as amo e quando perco alguma delas sinto-me triste. Aprecio sua beleza, percebo suas mudança no decorrer do ano...E isso basta.



 A cozinha para mim é meu local sagrado, com minhas panelas faço poções do amor, da alegria, do aconchego. Aqui a mágica acontece, a vida é doce e calma, os problemas são esquecidos e felicidade reina...

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Do que realmente gosto...




Gosto da chuva, talvez goste mais ainda da garoa fina, fria e constante.
daquelas que nos deixa em casa.
Ao som do fogo crepitando na lareira.
Onde me aconchego na macia manta de retalhos, costurada na antiga máquina de minha mãe.
Aprecio esses dias que o cheiro de pão se espalha pela casa.
O caldeirão borbulha um caldo grosso e nutritivo,
Acompanhado por uma grande taça de vinho tinto.
Conversas com amigos, familiares...




Da mesma maneira admiro os dias claros.
de portas e janelas abertas,
de travesseiros,mantas e cobertores ao sol.

Ah! que aroma mágico isso possui.
Aprecio as roupas secando no varal.
De colher e plantar.
Das longas noites na varanda e no gramado,
Apreciando estrelas e luar.



terça-feira, 3 de setembro de 2013

na minha laje tenho um jardim...





  
Está na hora de plantar, esses dias deu uma boa adubada nos vasos com adubo orgânico, fezes de galinha e serragem, comprados em lojas próprias, alguns nem esperam pela primavera, já deram o ar da graça, para felicidade da mamãe aqui...
e por falar em em mamãe, tanto que disse que queria mais um filhinho olha só, quem apareceu...

Uma bebezinha de 4 meses, que filho achou na rua, agora tá morando com a gente...